Alec Reidy/ janeiro 15, 2016/ Eu, Intimidade/ 0 comments

Para muitas pessoas, sexta-feira é o dia mais esperado da semana. Talvez por ser o início do fim da semana, talvez por ser um dia libertador com direito a bares e baladas. Para mim, desempregado e ainda em período de luto, é mais um dia qualquer.

E assim realmente seria, se não fosse pelo diferencial adendo do karaokê que me fora apresentado pelo Henry, há algumas semanas.

Desde o fim do ano passado, admito que tenho frequentado o ambiente, quase como uma dose cavalar semanal, geralmente de sexta ou sábado, para não dizer ambos os dias. Uma sensação completamente nova para mim, uma mistura de adrenalina, com pessoas diferentes e músicas sendo choradas ou cantadas.

Eu, tímido do jeito que sou, nunca iria imaginar que cantar fosse tão relaxante. Claro, ainda dá aquele frio na barriga, inicial, ainda mais por haver muitas pessoas desconhecidas te encarando sobre o palco. Mas é interessante ver a animação das pessoas com algumas músicas.

Estar sem ela é complicado, triste e solitário. Mas… Quem sabe hoje eu não conheça alguém interessante?

Deixe uma resposta