Alec Reidy/ Janeiro 28, 2016/ Eu, Intimidade, Lembranças/ 0 comments

Um homem se mata de duas formas. Ou é literalmente, a sangue frio, de forma integra, ou é apenas em seu espírito, de forma mais abstrata. Em ambos os casos o resultado não é nada agradável.

Eu morri. Tudo aquilo que eu acreditava e lutava por, perdeu o sentido. E ainda fica aquela dúvida, por mais sutil que seja, de que tudo não foi real.

Olho pra trás e vejo tudo ruindo. Sonhos, vontades, memórias, planos. E de tudo apenas ficou o amargo gosto da decepção, misturados ao sabor salgado de lágrimas há tanto tempo presas.

Em verdade, digo a mim mesmo que superei, que estou seguindo em frente, que estou curtindo a vida, que tudo está bem melhor…. Tantas mentiras apenas para disfarçar o ser fraco e ingênuo que escondo no peito.

Dizem que o tempo apaga tudo. Mas até quando essa sensação vazia perpetuará a tristeza nesse coração remendado? Mistério….

Deixe uma resposta