Poesias de Guardanapo: Pesadelo

Alec Reidy/ Abril 16, 2017/ Eu, Poesias de Guardanapo/ 0 comments

Com o tempo aprendemos que o melhor da vida é viver o agora… Com o tempo aprendemos que remoer o passado é errado e pode ser bem doloroso… Como jovens são tolos……. A vida poderia ser bem mais fácil, não? Pesadelo De tudo que antes jazia, Só restou um tênue semblante… Neste espelho que cinzas frias, Tudo tornou-se entediante… Estamos num pesadelo! O mundo é um pesadelo! Tudo está um

Read More

Devaneios Noturnos Aleatórios: Janela Indiscreta

Alec Reidy/ Abril 9, 2017/ Contos, Devaneios Noturnos Aleatórios/ 0 comments

Noite de sábado, um convite, argumentos e argumentos, reclamações, indignação. Uma balada, música eletrônica, um calor infernal, uma muvuca descontrolada, corpos suados que não se cansam. O aniversariante, um amigo, anos sem contato. Pessoas desconhecidas, assuntos levianos, bebidas e mais bebidas, sorrisos falsos, cara de paisagem. Desconforto, muito desconforto. No meio do caos, um sorriso luzia do canto paralelo, timidamente, envolto em um conjunto de saia tetra com uma camisa

Read More

Abra a Janela

Alec Reidy/ Abril 2, 2017/ Aleatório, Cultura, Palavras ao Vento, Social/ 0 comments

Pessoas não são números… Homem, mulher… Branco, negro, asiático, índio, caboclo, mulato, mestiço… Loiro, moreno, alto, baixo, gordo, magro, troncudo, malhado, mórbido… Religioso, ateu, agnóstico, budista, católico, protestante, palestino… Hétero, homossexual, bissexual, assexuado, transexual… Um conjunto de qualidades, escolhas, orientações… Da garota de programa da Augusta ao padre católico da Igreja Santo Antônio… Do executivo que trabalha em Nova York ao mendigo que pede ajuda nas esquinas da Paulista… De

Read More

Jogos Mortais: Infância Roubada

Alec Reidy/ Março 26, 2017/ Contos, Jogos Mortais/ 0 comments

Amélia, 14 anos, filha de pais ricos. Sorriso de menina, corpo de mulher formada e um sorriso fantástico que atiçava qualquer libido dos mais adultos homens que encontrasse. Gostava de brincar de sedução, dar chances, pistas, criar o momento e escapar no último segundo. Em um certo dia de verão, um parque veio ao seu bairro e ela foi junto de seus colegas. Por um mero acaso do destino, conheceu

Read More

Good Feelings!!!

Alec Reidy/ Março 19, 2017/ Eu, Intimidade, Lembranças/ 0 comments

Mal acordei no sábado de manhã, quase atrasado para buscar o guri, me deparei com duas jabuticabas enormes me observando, acompanhados de um sorriso amarelo repleto de carinho. E só então caí em mim, que eu havia acordado de um sonho para outro sonho. É estranho estar com alguém com quem gostaria de estar há meses atrás e ter visto o relacionamento ruir sob meus pés. Ao mesmo tempo é

Read More

Mensagem Pra Você

Alec Reidy/ Março 15, 2017/ Eu, Intimidade/ 0 comments

E foi assim que tudo aconteceu… Pleno caos político hoje na cidade de São Paulo. De um lado, profissionais do transporte reclamando direitos e reajustes. Do outro, empresas de ônibus e metroviários com suas contra-propostas. O resultado? Greve geral, um abalo à cidade e diversas pessoas sem trabalhar. Exclusivamente no meu caso, e acredito que para todos os outros funcionários de TI da cidade, isso não muda em nada nossa rotina. Simplesmente

Read More

Entardecer

Alec Reidy/ Março 12, 2017/ Eu, Intimidade/ 0 comments

Da varanda vislumbro todo o entardecer… Me delicio ao presenciar cada raio dourado se partindo em brisas suaves azuladas… Eis então que vem minha musa noturna… Chega em seu lindo vestido azul noturno, e me banha em sua aura branca, delicadamente… E assim adormeci… Horas depois, desperto e vejo… Já é dia e o gigante dourado me aquece em seu abraço, enquanto as pessoas andam calmamente pela rua, ignorando completamente

Read More

Rats

Alec Reidy/ Março 5, 2017/ Contos, Crônicas, Retratos da Vida Real/ 0 comments

Conversando com um amigo, este me contou que morou uns anos na Índia, onde estudou e se encontrou com seu eu interior. Se tornou assim, um guia espiritual. Não que eu seja fã ou creia em determinadas coisas ou assuntos. Mas este assunto certamente me chama a atenção. E no meio de nossa conversa, me contou como foi chegar na Índia, os preparativos, a viagem, a estadia, a faculdade e

Read More

Carnaval

Alec Reidy/ Fevereiro 26, 2017/ Carnaval, Datas comemorativas, Eu, Intimidade/ 0 comments

Fim de semana de carnaval. Não, eu não tenho o costume de sair pelas ruas seguindo foliões, bloquinhos, sambando, marchinhas etc. Mas este ano, precisei fazer algo diferente. Com o fim das saídas com a Piman (dona D para os mais íntimos), senti a necessidade de experimentar novos ares, algo diferente, fora do comum. Precisava evitar os mesmos lugares, não me dar ao luxo da tristeza e, de quebra, ver

Read More

Jogos Mortais: Escolhas

Alec Reidy/ Fevereiro 19, 2017/ Contos, Jogos Mortais/ 0 comments

“Uma coisa tão Simples, quanto o bater de asas de uma borboleta, pode causar um tufão do outro lado do mundo.” A vida é um caminho sem volta. Você faz escolhas e escolhas e escolhas. E cada uma dessas escolhas te define um caminho, que certamente por ter sido escolhido, automaticamente fecha alguns outros que nunca se abrirão novamente. Danilo passou dois anos morando no Itália, longe da namorada. E

Read More